terça-feira, 10 de abril de 2012

A preferida de Obama

Esperanza Spalding acaba de lançar mundialmente seu 3º álbum. Em 2011, ela entrou para a história como a primeira cantora de jazz a ganhar o prêmio de Artista Revelação no Grammy com o disco Chamber Music Society. Em seu novo trabalho, Esperanza amplia as raízes do jazz e faz um mistura com os ritmos do R&B e do Soul.
- Eu amo ouvir a música da Esperanza, ela é maravilhosa - Barack Obama

Atriz de Malhação é dirigida pelo marido

A atriz Jacqueline Fernandez, que interpreta a Charlene, em  Malhação, na Globo, poderá ser vista no curta A última Gota, com direção do ator -  e marido -  Márcio Kieling.
- A história gira em torno de um casal em crise. Minha personagem é a Rita, uma mulher que apanha do marido, taxista, mas depois de muito sofrimento, ela resolve se vingar -  explica ela.

Água que passarinho não bebe

Brasil e Estados Unidos reconheceram como autêntico produto brasileiro a cachaça e como produto genuinamente americano o bourbon e o Tennessee whiskey.

Pai herói

Um médico britânico especialista em infertilidade pode ser o pai biológico de 600 crianças. Wiesner Bertold, já falecido, foi proprietário de um a clínica entre as décadas de 40 e 60 e ao longo desse tempo ele teria doado esperma para o tratamento de  inúmeras  mulheres. Testes de DNA já teriam descobertos mais de 18 filhos do médico. 

Ganhando o mundo

O francês Le Point dá destaque na edição online de hoje ao médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus,  que faz cirurgias espirituais em Abadiânia, próximo a Brasília. O jornal cita o tratamento contra o câncer  feito com o médium  pelo ex-presidente Lula.

Fiasco

Quem esperava um final emocionante para Vidas em Jogo, da Record,  se decepcionou muito na noite desta segunda-feira, 9. O tão misterioso palhaço assassino que supostamente cometia crimes na trama, deu lugar a 7 palhaços e todos inocentes. Carlos personagem de André Di Mauro morreu sem explicar onde estava no dia da suposta morte de Augsta (Denise Del Vecchio), mas o ponto alto - quer dizer baixo - foi mesmo a cena em que Rita -  vivida pela talentosa Julianne Trevisol  - recebe a visita dos pais na prisão e  aparece com as  unhas muito bem  pintadas. Sem comentários.