quinta-feira, 3 de maio de 2012

Martelo batido

Cleuma Felix receberá R$ 3 mil de indenização, por danos morais, das lojas Renner. Ela recebeu vários telefonemas e cartas de cobrança por compras que não realizou e ainda teve seu nome negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito. A perícia judicial constatou a fraude, uma vez que nem assinatura havia no contrato supostamente firmado.

Petrobras ganha indenização milionária

O Equador vai pagar US$ 217 milhões  a Petrobras de indenização por haver cancelado contrato de operações da petroleira em 2010.

Malas prontas

De férias da televisão Edwin Luisi está de malas prontas para embarcar para os Estados Unidos no incio de junho. Na Terra do Tio Sam, o ator vai circular por Nova Iorque, Miami e claro, Orlando.  Na volta estreia no Teatro Augusta, em São Paulo, o espetáculo - maravilhoso por sinal - Eu Sou Minha Própria Mulher, dirigido por Herson Capri.

Noel Gallagher chega ao Rio

Depois do show em São Paulo, Noel Gallagher  vocalista do Oasis,  a maior banda britânica dos anos 90, desembarcou no Rio esta tarde. Ao chegar ao saguão do aeroporto Santos Dumont, foi logo cercado por muitos fãs.

Joel Rufino dos Santos é o grande homenageado da FLIST

Um grande encontro  de leitores, autores e admiradores da arte da leitura, a FLIST - Festa Literária de Santa Teresa acontece este final de semana nas ruas de um dos bairros mais tradicionais da cidade. Os destaques deste ano ficam por conta da homenagem ao escritor Joel Rufino dos Santos e aos centenários de Jorge Amado e Nelson Rodrigues – com o lançamento do livro Nelson Rodrigues por Ele Mesmo, escrito pela filha do escritor, Sonia Rodrigues. Com atividades interativas que englobam seminários, mesas-redondas, lançamentos de livros, performances de ilustrações, leitura e narração de histórias, além de bate-papo entre escritores e leitores e feira de livros novos e usados, a FLIST tem uma programação para encantar o público de todas as idades.

Zeca Pagodinho solta o verbo

Neste domingo, 6, Marília Gabriela recebe o grande mestre do samba Zeca Pagodinho. O sambista revela no De frente com Gabi que já foi feirante, office – boy e anotador de jogo de bicho antes do sucesso.
Hoje Zeca tem mais de 20 discos lançados e é o artista mais respeitado e admirado no Brasil. Ele vai ao programa contar da sua rotina, carreira, família e seus planos para o futuro.
Confira algumas frases:
  • “Deixa a vida me levar foi a “pancada” da minha carreira”
    “A minha vontade é voltar para Xérem”
    “Eu gosto da Barra, meus filhos precisam estudar e em Xérem não tem faculdade”
    “Procuro ser feliz, mas sofro com as coisas dos outros. O sofrimento alheio me machuca”
  • “O samba ficou muito diferente do que era. Antigamente a gente curtia a melodia”
    “Todo mundo hoje quer ser sambista”
    “Vou morrer sambista e reencarnar sambista”
    “Me arrependo de não ter estudado”

Desceu quadrado

A Skol não desceu tão redondo para três argentinos que recorreram contra decisão que isentou a Ambev e uma agência de publicidade de pagar danos morais pela divulgação de propagandas que retratavam os "hermanos" apreciando a cerveja. O desembargador Paulo Roberto Pereira da Silva, do TJ/MG, entendeu que a "mensagem publicitária foi desenvolvida de modo positivo e alegre, reafirmando somente a rivalidade existente entre os dois países no futebol, e que sempre existiu".

Triste constatação

Um  estudo  realizado pela OMS mostra que o primeiro contato dos adolescentes com cigarro, álccol e drogas acontecem ainda na escola. 15% dos alunos no final do terceiro ano já são fumantes diários,  e o uso da maconha e os primeiros porres acontecem antes mesmo deles entrarem para a faculdade.

Dubladores de Os Incríveis ganham indenização

A empresa The Walt Disney Company Brasil e um estúdio brasileiro terão que indenizar por danos materiais e morais os dubladores do filme Os Incríveis, por reprodução não autorizada. Os artistas foram contratados pelo estúdio para dublar o desenho exclusivamente para o cinema, mas houve reprodução do filme em outros meios, como DVDs e televisão.

DNA do crime

A Câmara aprovou o  Projeto de Lei que cria um banco de DNA de criminosos. A proposta segue, agora,  para a sanção da presidente Dilma.