segunda-feira, 23 de julho de 2012

Amy Winehouse: um ano sem o ídolo pop


De acordo com uma estimativa, a cantora britânica vendeu dois milhões de discos no mundo todo após a morte. Um incrível aumento de 10% do total de vendas de sua carreira. O álbum póstumo Lioness: Hidden Treasures está entre os 30 mais comercializados no planeta nos últimos 12 meses. O nome de Amy provavelmente vai constar na lista da revista americana Forbes como uma das celebridades mortas mais rentáveis. O corpo de Winehouse foi encontrado em sua residência, na cidade de Londres, na tarde de 23 de julho de 2011. Ela foi vítima de excesso de álcool. A inglesa ganhou e receberá homenagens em emissoras de televisão, livros e álbuns.

Por Rogério Tadeu/SP