terça-feira, 2 de outubro de 2012

Documentário sobre período militar é destaque no Festival do Rio

O documentário Sobral, o homem que não tinha preço, de Paula Fiuza e produzido por Augusto Casé, disputam o Troféu Redentor da categoria, na mostra competitiva Première Brasil do Festival do Rio, que acontece até o dia 11 de outubro no Rio.

Ciúme estreia na Caixa Cultural

A peça Ciúme,  de Paulo Marcos Carvalho, com a Cia Teatral Língua de Trapo, protagonizada por  Iara Roccha, estréia dia 4, às 19h30, na sala Margot, na Caixa Cultural, no Centro do Rio. A trama aborda a vida de uma mulher que tem mania de fotonovelas. Aos poucos, ela vai misturando realidade e fantasia nas histórias que conta de sua vida. Histórias que todo mundo já foi ou será vítima, algoz, testemunha, cúmplice, inocente ou culpado. Que se sabem por diversos modos. Como tais, são comuns, banais, corriqueiras, repetitivas, estranhamente familiares, mas que sempre causam espanto, horror, admiração e fascínio. Vontade de ouvi-las, de contá-las e recontá-las. Paralela a história contada/vivida pela personagem vai sendo exibida uma fotonovela para os espectadores que aos poucos vão percebendo que as duas se mesclam, fazendo com que se fique em dúvida do que é realidade e o que é ficção. As duas histórias aos poucos caminham para um desfecho surpreendente. O espetáculo fica em cartaz até 28 de outubro, sempre de quinta a domingo.

Sthefany Brito diz "não" para emprego na Record


A atriz recusou proposta da Rede do bispo Edir Macedo e um ordenado de R$ 25 mil. A empresária da artista afirma que Sthefany já está cotada para uma das novas novelas da TV Globo, mesmo sem contrato. A ex "senhora Pato" prefere esperar antes de se transferir para outras emissoras. O último trabalho de Brito na Globo foi na novela das seis A Vida da Gente.
Por Rogério Tadeu/SP

 

Boa leitura

A editora LeYa lança este mês a edição revista da biografia Gonzaguinha e Gonzagão, de autoria da jornalista Regina Echeverria. A obra, originalmente lançada em 2006 e com a discografia completa dos dois músicos, foi inspiração para o roteiro do filme de Breno Silveira “Gonzaga: de pai para filho”, que chega aos cinemas em setembro. Uma história de amor que uniu pai e filho e faz vibrar o imaginário popular.

Repaginando

Especializado em logística de distribuição e armazenagem, o grupo Pacer começou a fazer mudanças que visam ampliar e fortalecer a empresa no Brasil. Entre as novidades, estão a abertura de dois novos centros de distribuição na região  Sul, a alteração da marca e a criação de novo site.

Ele merece!

Indicado ao Grammy Latino, categoria melhor álbum de samba pelo novo projeto Só danço Samba - Ao Vivo Emílio Santiago também será homenageado na Festa Nacional da Música 2012, em Canela, Rio Grande do Sul, nos dias 22 e 23 deste mês.  E, no dia 31,  o cantor fará seu Depoimento para  Posteridade, no MIS  - Museu da Imagem e do Som. A série foi criada com o intuito de preservar a memória de diversos setores da cultura nacional, tais como a música, a literatura, o cinema e as artes plásticas. A indicação para o Grammy e a homenagem na Festa da Música - pelo conjunto da obra e uma carreira de mais de quatro décadas -, só vieram para reafirmar o sucesso deste novo projeto de Emilio. Ano passado, com o álbum que abriu caminhos para este outro, ao vivo, e um dvd, todos elogiadíssimos pela crítica especializada, o cantor também arrebatou o título de "melhor cantor de mpb", no Prêmio da Mùsica. Foto Dario Zalis

Vale ouro

As armas usadas pelo  casal de assaltantes americanos Bonnie Parker e Clyde Barrow foram vendidas por US$ 504 mil  - mais de R$ 1 milhão -  em um leilão nos Estados Unidos. A história de Bonnie e Clyde, que morreram crivados de balas pela polícia em 1934, foi transformada em 1967 em um filme vencedor de dois Oscars, com Warren Beatty no papel de Clyde e Faye Dunaway no de Bonnie.

Segurança até no banheiro

Em sua primeira apresentação em Belo Horizonte, na madrugada do último sábado, o DJ Olin Batista deu um show à parte de segurança. Ele chegou à Nasala com dois carros blindados e seis seguranças. Quando queria usar o banheiro, o recinto era antes revistado e esvaziado pela escolta. Segundo relatou, o pai Eike Batista exige que seja assim.

E vai rolar a festa

Nina Kauffmann, nossa querida consultora de moda e promotora de eventos, comemora, dia 4,  seu aniversário em grande estilo numa casa de festas na Gávea para um grupo seleto de convidados da sociedade carioca.  Para a festa, Nina contratou uma equipe de peso para resolver todos os detalhes. A organização ficará por conta de Carlos Lamoglia, da Unifestas Rio. A mesa de doces será um capítulo á parte que estará sob a coordenação da empresária Bruna Malucelli, responsável pela marca de Doces de Autor, de Curitiba. Ainda em sua homenagem, um grupo de bartenders irá apresentar um drink especial chamado Black Cherry. Tudo isso embalado ao som do DJ Junior Machado que selecionou um repertório musical com as melhores músicas de todos os tempos. Na lista de convidados já confirmaram presença as atrizes Alexandra Ritcher, Viviane Victoretti, Lica de Oliveira, Chris Nicklas, Simone Soares, dentre outras.

Como aproveitar o fim do mundo

Alinne Moraes e Danton Mello gravaram nesta terça-feira, 2, em um posto de combustíveis na Ilha do Governador, no Rio,  cenas  da nova minissérie da TV Globo Como aproveitar o fim do mundo.
Foto Francisco Silva/AgNews

Fato consumado

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio manteve a exoneração dos inspetores de segurança da Secretaria de Administração Penitenciária Alexandre de Siqueira Ribeiro e Victor Hugo Peyroton Esteves. Os dois  abandonaram o plantão noturno do presídio Ary Franco para irem a uma boate na Barra da Tijuca. Na casa noturna, envolveram-se em uma briga, fizeram disparos, deixaram as armas no local e fugiram.

Para esterilizar o Planalto

A Presidência da República surpreendeu a ONG Contas Abertas com uma compra na semana passada de  um autoclave, orçado em R$ 89,4 mil. Trata-se de um aparelho utilizado para esterilizar instrumentos e roupas cirúrgicas com vapor de água em temperatura elevada e sob pressão.

Bodas de ouro

Presidida há 25 anos por Enio Bittencourt, de 79, a Saara – Sociedade dos Amigos das Adjacências da Rua da Anfândega –, fundada em 5 de outubro de 1962, está comemorando o Jubileu de Ouro. Fruto da união e do esforço de homens com o mesmo objetivo, o trabalho, suas 11 ruas não limitam o território do maior shopping a céu aberto do país e do mundo: é conhecida como a "Pequena ONU", pelo exemplo de convivência de comerciantes de várias nacionalidades, principalmente árabes e judeus.  Enio lembra o caráter turístico do lugar: "Em Salvador temos o Pelourinho; no Rio, a Saara.

Conclusão

O advogado Marcelo Leonardo, que  defende Marcos Valério, não crê que o STF vá quebrar – no caso do mensalão – a tradição de só executar sentenças após o chamado trânsito em julgado, ou seja, depois de esgotados eventuais recursos e pendências. Logo: a prisão de condenados pode levar muitos meses.

Acabou ganhando

Bernardo Figueiredo  que conta com apoio direto da presidenta Dilma Rousseff, foi recusado pelo Senado para o cargo de diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Mas ganhou outro de relevância, vai cuidar de um setor até mais amplo e complexo.

50 Tons de Cinza

Alessandra Amaral, Rosane Messer e Denise Katz organizaram  na noite desta segunda-feira, 1° de outubro, a palestra 50 Tons de Cinza: Uma visao 360 graus da busca do prazer, proferida Carla Ayad.
A palestra tratou da descoberta de outros níveis de sexualidade e prazer, influenciando a auto-estima e os relacionamentos a partir de uma perspectiva existencial e espiritual considerando o medo da solidão e o desejo de uma experiência preenchedora.Na plateia socialites e personalidades.
Fotos José Olimpio

Obras já

O presidente da Empresa de Planejamento e Logística, Bernardo Figueiredo, disse que o governo sabe da necessidade de a concessionária Concer investir na Serra de Petrópolis, para melhorar a Rio-Juiz de Fora, e de a CCR reconstruir a descida da Serra das Araras, na Dutra. Durante o  Encontro Nacional de Comércio Exterior, encerrado na última sexta-feira, no Rio, ele falou  que os contratos dessas duas empresas, feitos na gestão de FHC, preveem uma remuneração entre 15% e 20% dos gastos para obras expressivas. E mais: "O governo acha esse ganho exagerado e está em contato com as concessionárias para viabilizar a obra, mas com custo menor." Bernardo enfatizou que tais obras são indispensáveis para o País, porque o Arco Rodoviário deverá ficar pronto em 2014 e não haverá lógica em se tornar a movimentação mais rápida e tudo vir a esbarrar em velhas estruturas rodoviárias.