segunda-feira, 12 de novembro de 2012

São Paulo em "Sangue Bom"


Dennis Carvalho esteve em São Paulo para escolher locais da cidade em que serão gravadas cenas de Sangue Bom, a próxima novela das sete da Rede Globo. O Parque da Juventude (que ocupa a área que foi da Penitenciária do Carandiru) e o bairro da Casa Verde já foram escolhidos como cenários para a história de Maria Adelaide Amaral. As gravações começam no início do ano que vem. A estreia do folhetim que substituirá Guerra do Sexos está prevista para abril de 2013.
Por Rogério Tadeu/SP

Chumbo grosso

O canério mostra que o ministro Joaquim Barbosa vai pegar pesado com José Dirceu, propondo para o ex-ministro penas máximas e agravadas pelo papel de ser ele o  "chefe" do mensalão e pelo cargo ocupado por ele na Casa Civil, posição que lhe daria pleno poder para parar o esquema. Embora condenado apenas por dois crimes  - formação de quadrilha e corrupção ativa -  Dirceu dificilmente receberá do relator pena total inferior a 15 anos.

Da série: Brasil mostra a tua cara

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo alcança nesta segunda-feira, 12,  R$ 1,3 trilhão em impostos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros desde 1º de janeiro deste ano, com nove dias de antecedência em comparação com o ano passado. paga-se cada vez e o retorno é cada vez menor.

Fim do mundo nada, fim de ano

Vai acontecer dia 21 de dezembro, no Stella Grill em Brasília, o Almoço do Fim do Mundo de Jornalistas, intelectuais, boêmios e até políticos. A turma vai comemorar o fracasso da profecia  de que o mundo iria acabar e festeja principalmente o fatio de que para alguns até que acabou mesmo. Só que não por profecia, e sim via  sentença judicial.

Briga boa

Mais uma vez uma iniciativa de nossos parlamentares cria uma demanda para ser decidida pelo Supremo Tribunal Federal. Claro que falamos da distribuição da receita dos royalties do petróleo. No centro  de toda essa polêmica, vale  lembrar que a Constituição de 1988 – promulgada bem antes do pré-sal – determinou que o ICMS do petróleo fosse pago na ponta do consumo, e não na origem, como todos os outros produtos. Como compensação, foram instituídos os royalties. Agora, os parlamentares mudaram a regra, impondo uma nova distribuição que contempla todos os estados, mesmo os que não produzem uma só gota de petróleo, o que é claramente inconstitucional.