terça-feira, 26 de novembro de 2013

Feira Internacional da Amazônia

O superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, foi ao Palácio Rio Branco na segunda-feira, 25, convidar o prefeito da capital amazonense, Arthur Virgílio Neto, para participar da abertura da Feira Internacional da Amazônia (FIAM), que acontece  nesta quarta-feira, às 17h, no Studio 5 Centro de Convenções. No encontro, Nogueira, Virgílio e ainda o secretario de governo da Prefeitura, Humberto Michiles, também discutiram a construção de uma agenda conjunta para o Distrito Industrial, área que abriga a maioria das indústrias da Zona Franca de Manaus.
A SUFRAMA apontou dez áreas no Distrito Industrial de Manaus que podem ser usadas pela Prefeitura para obras, das quais seis já pertencem ao município. “Existem seis áreas que já são nossas, então não tem mais qualquer trâmite, só precisamos definir onde serão feitas creches e onde serão unidades básicas de saúde”, disse o prefeito, que solicitou da assessoria providências para ocupação dos locais. 

Jesus Luz dá uma de guia turístico

Jesus Luz está feliz da vida! Depois de ser elogiado pelo público e pela imprensa italiana na apresentação da rumba, no último sábado, no programa Ballando con le stelle, ele recebeu nessa terça-feira, 26, a visita do irmão, Reynan Luz. Jesus fez questão de ir ao aeroporto para buscar o irmão, que está pela primeira vez na Itália, e levá-lo para conhecer alguns pontos turísticos, como o Coliseu de Roma.

Coordenador do Programa Rio Sem Homofobia recebe Ordem do Mérito José Bonifácio

Cláudio Nascimento Silva, Coordenador do Programa Rio Sem Homofobia e Superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da SEASDH/RJ, recebe nesta quarta-feira, 27, na Capela Ecumênica da UERJ, o título de Grão-Oficial da Ordem do Mérito José Bonifácio, em virtude de sua atuação, nos últimos seis anos,  em prol da luta pela cidadania GLBT, dos direitos humanos e de outros segmentos discriminados.

Taxas para emissão de CNH poderão ser parceladas

A Alerj aprovou nesta terça-feira, 26,  o projeto de lei 1.621-A/12, que autoriza o parcelamento, em até três vezes, das taxas referentes à emissão da Carteira Nacional de Habilitação  emitida pelo Detran. A proposta é do deputado Roberto Dinamite (PMDB), que quer facilitar a obtenção do documento por pessoas com baixo poder aquisitivo ou desempregados. Para ele, a novidade garante a regularização do documento. “O alto custo na obtenção da primeira habilitação ou sua renovação leva o cidadão a desembolsar R$ 192,44 ou R$ 96,22. Além de ter que pagar taxa de reexame, caso seja reprovado nos testes teóricos e práticos e custos com autoescola para realização de aulas práticas”, diz  o parlamentar. O parcelamento só se aplica a taxas e serviços referentes à emissão da carteira. Ele deverá ser requerido ao órgão competente, que só concederá o benefício a residentes no estado.
O projeto será enviado à análise do governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.