quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Brinquedinho novo

O cantor Luan Santana ganhou  da fabricante Dodge um novo "brinquedinho". O carro, entregue ao músico hoje em São Paulo, está avaliado em   R$ 190 mil.
Foto Paduardo / AgNews

Protesto de alunos da Gama Filho interrompe trânsito

Estudantes da Universidade Gama Filho fazem passeata pelas ruas da Piedade, Encantado e Engenho de Dentro. Com faixas e cartazes pretos, em sinal de luto, os estudantes querem uma solução para a instituição que agoniza e ameaça fechar as portas. Triste fim.

Série Milagres de Jesus é gravada no Paraná

Guarapuava, no Paraná, foi cenário das gravações de Milagres de Jesus, a próxima série  da Record. Cenas do episódio A Mão Ressequida foram realizadas em um imenso trigal. Chay Suede, que interpreta Gerson, o protagonista, Rodrigo Phavanello e Paulo Nigro estão entre os atores que gravaram na locação.

A história, escrita por Camilo Pellegrini, conta a saga de Gerson, um jovem judeu de ótimo coração, que toca flauta muito bem. Sua música encanta Ada (Rayana Carvalho), uma bela jovem do vilarejo onde vivem que é cortejada pelo irmão de Gerson, Chaim (Rodrigo Phavanello). Ao decidir se casar com Ada, Gerson desperta a ira de Chaim. Ele vive um período de pura felicidade com a esposa, até que sua mão esquerda começa a apodrecer, contaminada pela peste, e Chaim se aproveita da situação para tentar se tornar marido de Ada.

Milagres de Jesus é produzida pela Academia de Filmes e será exibida em formato de episódios fechados, a partir do início de 2014. Cada um contará a saga de uma pessoa agraciada por um milagre. Mais de 60 atores da Record estão envolvidos no projeto, que conta com a direção de João Camargo – que esteve à frente da minissérie Sansão e Dalila.

Land Rover recebrá terreno e tratamento tributário especial no estado do Rio

A Alerj aprovou nesta quarta-feira  dois projetos em benefício da montadora inglesa Jaguar Land Rover (JLR) Brasil Importação e Comércio de Veículos LTDA., que instalará fábrica no município de Itatiaia. O primeiro, de número 2.669/13, concede tratamento tributário especial ao empreendimento e aos demais integrantes da cadeia produtiva automotiva localizados em um raio de até 65 quilômetros da planta industrial da JLR. O regime especial consiste no diferimento, ou adiamento do pagamento do ICMS, que será recolhido apenas na venda. E o segundo projeto também aprovado hoje, em discussão única, enquadra a Jaguar Land Rover no RioInvest, viabilizando o financiamento de R$ 629 milhões para a montadora através de recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes). Segundo o cronograma da empresa, as obras começarão no ano que vem e o inicio da produção em série acontecerá em 2016. O empréstimo, com prazo de 30 anos, terá 1% de juros ao ano e as parcelas liberadas pelo financiamento serão limitadas a 10% do correspondente às vendas e transferências de mercadorias. O texto estabelece ainda que o saldo da linha de crédito será atualizado pela taxa Selic. E o terreno para a instalação da fábrica será doado a montadora.