terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Suborno. Um mal antigo.

A carta de reclamação escrita por um sobrevivente do naufrágio do Titanic , em 1912, estará à venda na próxima semana nos Estados Unidos.  A autora da denúncia, Lady Duff-Gordon Lucile, foi fortemente criticada depois do naufrágio, quando se descobriu que ela havia embarcado em uma canoa quase vazia.
 Na época, a aristocrata escreveu esta carta curta, a seu marido Cosmo, e tornou-se o
 alvo dos tabloides ingleses.  Na verdade, ficou provado que o seu bote salva-vidas tinha  apenas 12 pessoas, incluindo sete membros da tripulação, apesar de uma capacidade total de quarenta passageiros.
A carta estará a venda a partir do dia 15, com valores entre 4 e 6 mil dólares. 

Charlie Hebdo

Editoras de quadrinhos da França se unem para publicar um livro em homenagem às vítimas do ataque.  O álbum deve ser lançado em fevereiro e conterá todos os autores e contribuições de  desenhos animados em homenagem  as vítimas do Charlie Hebdo. A decisão foi tomada nesta  segunda-feira,  12,  e o trabalho deve sair o mais rápido possível.

No ritmo da folia

Margareth Menezes e Arnaldo Antunes agitaram agitou o Sarau do Brown em Salvador. Foto Fred Pontes