segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Leandra Leal veste a camida da Portela e confirma presença na sapucaí

Leandra Leal que vem brilhando na novela  Império vai estrear na azul e branco este ano. Ela esteve no barracão da escola na sexta-feira, 23, conversou com o carnavalesco Alexandre Louzada e com Marcos Falcon, vice-presidente e supervisor de carnaval. A posição de Leandra no desfile, que terá como tema as comemorações dos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, ainda será definida.
A atriz foi ao barracão levada pelo colega de elenco Ailton Graça. Aproveitando a visita, a jovem, assim como já havia feito o ator, vestiu a camisa da campanha de doação de sangue que a Portela lançou, em parceria com o Hemorio, que tem o objetivo de aumentar o estoque da instituição, que atende a cerca de 200 hospitais em todo o estado. Para incentivar a participação de portelenses e de toda a população da cidade na campanha, a Portela está dando para 100 pessoas que forem ao Hemorio, uma camisa com as frases “Sou carioca, sou de Madureira. Sou doador de sangue”, que une um verso do samba-enredo que a agremiação cantará na Avenida com a proposta de doação.

Luto no mundo do samba

Faleceu na noite deste domingo, 25, a lendária Marlene Paiva. Ela foi uma das mais premiadas e emblemáticas figuras da história do Carnaval carioca. Veterana da ‘época de ouro’ do carnaval, nos anos 60 e 70, Marlene participou de todos os bailes de Gala do Teatro Municipal do Rio, no qual fantasias de luxo eram premiadas. Era imbatível nesse quesito. Até 1973,  ganhou mais de 10  títulos de primeiro lugar e foi agraciada com hours Concuours. Todas as suas premiações eram revertidas para instituições de caridade.

Foi também destaque na Mocidade Independente de Padre Miguel, escola de coração. Foi dela, à frente da agremiação, a primeira capa da Revista “O Cruzeiro”. A Sócia Benemérita da Mocidade foi a grande homenageada na 7ª "Festa Brilham no céu as estrelas do carnaval", realizada em novembro de 2013.

Quando a Mocidade Independente de Padre Miguel ganhou seu primeiro título, em 79, com o enredo "O descobrimento do Brasil", no carro abre-alas estava Marlene Paiva. Sua fantasia super luxuosa representava a primeira missa no Brasil no enredo "Padre Miguel, Olhai por Nós". Foram quase trinta anos de luxo, elegância e beleza na Passarela do Samba, sempre pela Padre Miguel. Nunca desfilou por outra agremiação. Mas foi enredo, em 1995, da escola de samba Foliões de Botafogo, que representa o bairro de Botafogo, zona sul do Rio, onde a destaque da Mocidade sempre morou.

O corpo de Marlene Paiva será cremado na próxima terça-feira, dia 27, no Memorial do Carmo, no Caju. O velório acontece no salão nobre da  sede do Clube de Regatas do Flamengo a  partir das 16h desta segunda-feira.

Ela tinha 80 anos e era casada com o ex-presidente do Flamengo, vice-presidente do COB André Richer. Deixa um filho, o advogado e presidente do Conselho de Administração do Flamengo Maurício Gomes de Mattos, nora e dois netos.

Agito na Atlântica

Roberta e Claudio
A advogada Roberta Castro festejou aniversário na noite do último sábado, 24. O agito, no apartamento do casal Roberta e Claudio Castro, teve cardápio especial assinado pelo chef Hugo Oliveira e decoração de Éder Meneghine,
Fotos José Olímpio.


Juliana Alves brilha no ensaio da Tijuca

Juliana Alves brilhou mais uma vez no ensaio da Unidos da Tijuca neste fim de semana. Entre um intervalo e outro, a  rainha  de bateria posou para fotos ao lado deMônica Lozzi e Conrado Caputo, da novela Alto Astral. Juliana também recebeu as majestades do samba, o Rei Momo, a Rainha do Carnaval e a Princesa de Momo.