sexta-feira, 19 de junho de 2015

Afluentes

O artista plástico Artur Lescher fez vernissage nesta quinta-feira, 18, na galeria Nara Hoesler, da individual Afluentes.  O artista paulistano exibe ao público carioca sua produção recente, cuja tônica são os desdobramentos das pesquisas dos últimos dois anos, em que mescla princípios da física e da mecânica à síntese semântica das esculturas que cria. O resultado é a subversão da fixidez e do peso próprios de suas matérias-primas em favor da leveza - e de impressões poéticas. A exposição fica até 1° de agoto. Fotos Marco Rodrigues



Literatura de cordel no Museu da República

Entre o amor e a espada conta a história de José e Raquel,  dois jovens que se amam. Esse amor tem numa rixa entre suas famílias a razão que o leva a ser vivido às escondidas. Esse tipo de situação, comum no Nordeste brasileiro, inspirou José Carmelo de Melo Resende a criar o cordel Entre o amor e a espada. A obra foi encenada em 2011, em montagem homônima criada pela Bubuia Cia de Teatro sob a direção de Diêgo Deleon. A fábula trágica tem sua narrativa cênica incrementada com danças de roda, lutas de maculelê e outros elementos da cultura popular. A partir deste sábado, 20, será encenada no jardim do Museu da República, no Palácio do Catete,  local que a celebrizou em 2013. A entrada é franca e, a exemplo do ocorrido dois anos atrás, costuma fascinar adultos e crianças.

Serviço:
Temporada: De 20 de junho até 26 de julho
Local: Palácio do Catete – Rua do Catete, 153 (Jardim)
Dias e horários: Sáb e Dom, às 16h (não há sessão em caso de chuva)
Entrada Franca
Duração: 50 minutos
Classificação: Livre