terça-feira, 4 de agosto de 2015

17ª Bienal do Livro Rio anuncia a programação cultural

Maior evento literário do país, que acontece no Riocentro entre 3 e 13 de setembro homenageia a Argentina e recebe mais de 100 autores de diversas partes do mundo.
O melhor da produção brasileira contemporânea estará representado em toda a sua variedade: ficção, poesia, ensaios, biografias, fantasia, história, política, negócios, comportamento, moda, música, sociedade, humor, quadrinhos, clássicos infantis, educação e muito mais. Entre os nomes estão Alberto Mussa, Antonio Prata, Ferreira Gullar, Gregório Duvivier, Gustavo Cerbasi, Ignácio Loyola Brandão, Laurentino Gomes, Marcelo Rubens Paiva, Mary del Priore,  Paula Pimenta, Pedro Gabriel, Ruy Castro, Thalita Rebouças e muitos outros.
No que diz respeito aos internacionais, no sábado, 5, a Bienal recebe David Nicholls (Um Dia), Julia Quinn (Os Bridgertons) e Leigh Bardugo (Grisha). Raymond E. Feist (O Mago), Colleen Hoover (Hopeless) e Jeff Kinney (Diário de um banana) se apresentam no domingo (6). Já Joseph Delaney (As Aventuras do Caça-Feitiço) conversa com o público na segunda (7). Três escritoras vão se revezar entre as sessões do dia 12 – Anna Todd (After), Colleen Houck (A Maldição do Tigre) e Sophie Kinsella (Becky Bloom) –, enquanto o Café Literário recebe Jacques Leenhardt, organizador de uma edição especial de Viagem pitoresca e histórica ao Brasil, de Debret. Em 13 de setembro, Josh Malerman fala sobre seu Caixa de Pássaros. Completa o time Pedro Chagas Freitas, fenômeno de vendas em Portugal, que lança Prometo Falhar.
Comemorando seus 80 anos em plena Bienal, Maurício de Sousa é o autor homenageado desta edição e vai inspirar ações especiais durante o evento por meio de sua trajetória e seus personagens. Ele recebe ainda o Prêmio José Olympio, oferecido a cada dois anos pelo SNEL a personalidades e entidades empenhadas na promoção da leitura.
Os visitantes já têm a garantia de que vão fazer parte da maior Bienal de todos os tempos tanto no que diz respeito à qualidade e variedade do conteúdo (o investimento na programação aumentou 12% em relação à última edição e triplicou desde 2009) quanto ao espaço. Agora os jardins da praça central do Riocentro estarão acessíveis, ampliando a área total de 55 mil m² para 80 mil m² e proporcionando mais conforto a todos os presentes.