sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Cantora mirim grava clipe com JP Rufino

A   gravação do clipe da música “Que Susto Minha Filha”, faixa do primeiro CD da cantora mirim Belli, que com apenas 9 anos canta, dança e interpreta,  reuniu na tarde desta sexta-feira, 7,  o ator JP Rufino e o cantor Anderson, do Molejo, em clima de muita brincadeira.
A música foi composta por Anderson Leonardo e Claumirzinho, integrantes do grupo Molejo, especialmente para a cantora. O clipe foi gravado em uma condomínio na Barra da Tijuca, ao lado dos personagens Tomate Maluco, do surfista Floripinha, e das as amigas inseparáveis, as bonecas de pano Lili e Lala, que formam a turma da Belli.
A Festa, que conta também com a participação do cantor Rodriguinho, dos Travessos, entre outros artistas.
Foto Robson Moreira


Diversão infantil: A Princesa que só Queria Querer

O espetáculo infantil A Princesa que só Queria Querer, em cartaz no Teatro dos Grandes Atores, no Rio,  conta a história da princesa Pink, que só queria... querer. Quanto mais brinquedos, ipads e iphones ela comprava, mais ela queria comprar. E o brinquedo novo logo ficava esquecido numa prateleira ou no meio da bagunça. Suas amigas, as princesas nerds Orange,Yellow e Green descobrem que o antídoto para o mal de querer querer seria a princesa Pink encontrar alguma coisa que ela ame tanto que não dê, não troque e não empreste! Mas como? Então todas as princesas partem para uma aventura afim de ajudar a princesa Pink a se curar desse mal.

O universo da peça se passa numa época medieval, todas as meninas são princesas com nome de cor. Os meninos têm nomes alegóricos como Príncipe Quadriculadinho, Mini Duque das Listras Verticais, Rei da Brinquedolândia, além de um Arauto.
Serviço: Teatro dos Grandes Atores - Sábados e Domingos de Agosto -
DE 01/08 até 30/08 ás 17h.
Valor: R$ 50,00
Meia: R$ 25,00
Site compra coletiva: R$ 20,00

Rock da Bahia

O cantor e compositor baiano Cajat lança seu primeiro disco, totalmente autoral, Noite Fria. Diretamente influenciado pelo rock brasileiro dos anos 1980, o cantor apresenta ao público suas 11 faixas que dialogam entre si em torno de letras existenciais e arranjos que priorizam a naturalidade e fluidez nas canções.
Criado no berço da MPB escutando desde os clássicos a compositores menos conhecidos, como João Só. Cajat bebe na fonte da musica popular brasileira desde Caetano e Gilberto Gil até a fossa de Maysa, Dolores Duran e Noel Rosa. Na adolescência,  encontrou o Rock feito no Brasil, sua grande influência desde os Mutantes passando por Raul Seixas até Legião Urbana.
Noite Fria  é um disco  que se apresenta em três atos e onde cada faixa se comunica com a próxima e com o todo. Entre arranjos mais pesados e uma atmosfera mais dançante, o rock se mistura ao pop também em faixas acústicas, pegando o ouvinte pela sua memória afetiva.
“O álbum foi composto ao longo de alguns meses numa fase de muita inspiração, mas de muita dor. Embora tenha havido um momento posterior de lapidação e muita transpiração no aprimoramento das canções, até certo ponto as músicas do disco foram compostas como uma necessidade vital”, conta o artista.