quinta-feira, 23 de junho de 2016

Branka faz homenagem a Clara Nunes

O Teatro Café Pequeno, no Leblon, teve uma noite de  pura nostalgia nesta quarta-feira, 22. A cantora Branka fez show com  homenagem a Clara Nunes. No ano em que se comemora o centenário do samba, o show Branka Canta Clara fez o público viajar entre dois séculos que rodeiam essas duas grandes cantoras.
Branka apresentou no palco à riqueza da obra de Clara Nunes, aliás, Clara é para ela uma  eterna fonte de inspiração. O show foi singular, no repertório sucessos como “Você Passa E Eu Acho Graça”, do saudoso Carlos Imperial e Ataulfo Alves.

O ponto alto da noite ficou por conta da música “O Mar Serenou”, do imortal Candeia, e Branka não podia deixar de fora a clássica “Portela na Avenida”, de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro. Na foto, Branka, recebeu o carinho no palco e no camarim do musico Carlinhos 7 Cordas.

Encontros Culturais

A terceira edição do projeto Encontros Culturais acontece hoje, no Espaço Cultural Fator Brasil, no centro do Rio. O músico Dudu Fagundes traz como convidados as atrizes Claudia Corrêa e Elis Zerbinato com a encenação da peça teatral "O Urso", de Anton Tchekov. A peça, com três personagens, reflete e ironiza discursos liberais, especialmente os ligados à questão feminina. Entrada franca.

João Roberto Kelly comemora aniversário com baile no Bola Preta

O Rei das Marchinhas João Roberto Kelly comemora seus 78 anos, hoje, com Baile Show da Orquestra do Cordão da  Bola Preta na Sede do Bola Preta.
A partir das 19h. Ingressos R$ 30,00

Caxumba obriga Maria Rita adiar coletiva de lançamento de CD

Foto Vicente de Paulo
A cantora Maria Rita foi obrigada a cancelar a coletiva e coquetel de lançamento do DVD e CD “O Samba em Mim – Ao Vivo na Lapa” , agendados para o dia 28, no Lapa 40º, Rio de Janeiro. Maria Rita contraiu caxumba, doença potencialmente contagiosa, ficando impossibilitada de comparecer ao compromisso agendado previamente. Por recomendações médicas, a artista está de repouso absoluto e lamenta profundamente o ocorrido.

Fernanda Gentil lança livro

Fernanda entre Thalita Rebouças e Ana Paula Araujo
Cercada por amigos e familiares, Fernanda Gentil lançou na terça-feira, 21, na Travessa do BarraShopping o livro Gentil como a gente, editora Intrínseca. Fotos Cristina Granato

Fernanda com os filhos Lucas e Gabriel

Resíduos de um ritmo

Depois de quatro anos e meio longe do Brasil, com exposições individuais e participações em coletivas em várias cidades europeias, a artista plástica Goia Mujalli volta ao Rio de Janeiro para finalmente mostrar seu trabalho na cidade natal. Resíduos de um ritmo, com curadoria de Mario Gioia, foi inaugurada nesta terça-feira,  21 no espaço Marcus Soska Escritório de Arte, Shopping Siqueira Campos. São sete telas  em acrílico ou combinando acrílico com serigrafia. Títulos sugestivos como “Ensaio de Balé”, “Cabelos”, “Água-Viva”, “Piano”, para uma obra marcada pela ambiguidade e pela tensão entre o mecânico e o orgânico do processo criativo. Fotos Marco Rodrigues

...

Cleo Pires promove campanha em prol das onças da Mata Ciliar

Não existe nada melhor do que ser livre. Mas estão tirando esse privilégio das onças. Diariamente, onças são mortas por caçadores e por fazendeiros que querem proteger seus pastos. Muitas, são encontradas pelo Ibama, que encaminham à instituições que fazem um trabalho de reabilitação.
A Mata Ciliar é uma dessas associações, e hoje, abriga 16 onças e mais de 700 animais silvestres. Com dificuldades de infraestrutura, as onças precisam de espaços maiores para viver e da construção de um recinto de soltura, onde por meses, reaprenderão a viver em seu habitat natural.Infelizmente, os custos são altíssimos e as onças se encontram em situação de estresses, vivendo em espaços de 40m²,  quando precisam de uma área de até 100km² para viver. Pensando no bem-estar desses animais, a AMPARA Animal e o Instituto 100% Animais, lançam uma campanha de crowdfunding para transformar a triste realidade desses animais.

Bom de bola

Simpático e expansivo, o novo embaixador dos EUA no Brasil, Peter McKinley, mostra-se também exigente conhecedor de futebol. A seu ver, a maior seleção  de todos os tempos é a de 70.