terça-feira, 21 de março de 2017

O Grande Encontro – 20 Anos, com Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

O cantor e compositor pernambucano, Almério, sobe ao palco da Fundição Progresso, nos dias 24 e 25,  com o desafio de abrir a noite para O Grande Encontro – 20 Anos, com Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo. Na ocasião, Almério vai mostrar parte do repertório do seu CD Desempena, que tem lançamento pelo selo Natura Musical, no dia 6 de abril,  em show no Teatro de Santa Isabel, em Recife.

O comandante ianque

William Morgan conquistou a simpatia de milhões de cubanos.   Ele e Che Guevara lideraram grupos de combate que avançaram pelo país até conseguir fazer com que Fulgêncio Batista deixasse o poder.  No entanto, quando Fidel Castro foi eleito, Morgan foi encarcerado junto com outros companheiros de batalha. Segundo livro de autoria dos ganhadores do Pulitzer de Jornalismo Investigativo de 2004, Michael Sallah e Mitch Weiss, “O comandante ianque” é fruto de dez anos de pesquisa. Após longas entrevistas com historiadores, pessoas que lutaram na revolução, amigos e familiares de Morgan, e análise de centenas de documentos, entre eles arquivos da CIA e do FBI,  os jornalistas reconstruíram a trajetória do americano na revolução cubana, os bastidores da contrarrevolução e seu romance com a guerrilheira cubana Olga Rodríguez, com quem se casou. Depois de traições, detenções e uma fuga audaciosa, Morgan foi pego pelo esquadrão de fuzilamento de Fidel. Olga ficou presa por 11 anos e manteve um diário, que foi utilizado como fonte para Sallah e Weiss. Autores:  Michael Sallah & Mitch Weiss -   Tradução de Cristina Cavalcanti -  Editora Record - 364 páginas  - Preço R$ 59, 90

Festa marca fim das gravações de Sol Nascente

Uma festa com direito a bolo marcou, nesta segunda-feira, 20,  o fim das gravações da novela Sol Nascente que apresenta o último capítulo hoje. Enquanto  a trama teve altos e baixos na audiência, a atriz Laura Cardoso, 89 anos, brilhou mais uma vez. Laura deu vida  a vilã Sinhá  disse que adorou fazer uma velhinha do mal. Marcelo Novaes, Giovanna Antonelli, Henry Castelli e Emilio Orciollo Neto,  entre outros nomes também brilharam. Fotos Daniel Pinheiro / Ag News




Jantar reúne artistas em prol da Ampara

Tiago Iorc, Manimal, ODDS, Makeusweat, Saulo Roston estarão unidos no próximo dia 28, em um jantar no Hotel Unique, em São Paulo,  com intuito de  arrecadar fundos para a construção de um hospital veterinário com preços populares na cidade de São Paulo. O projeto é um sonho da Ampara Animal, entidade sem fins lucrativos que se destina a cuidar de animais. Além do jantar para 350 pessoas, peças de incríveis de artistas famosos serão leiloadas com toda renda revertida para o hospital.
Estão na lista de convidados: Sabrina Sato, Cléo Pires, Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, Thaila Ayala, Fiorella Mattheis, Paola de Oliveira, Débora Nascimento e José Loreto, Ellen Jabour, Gianne Albertoni, Carol Castro, Sheron Menezzes, Junior Lima, Yasmim Brunet.

Projeto Stereo Bago Team chega ao Rio

O Bar Caiçara, na Barra,  recebe, no domingo, 26, a partir das 17h, a primeira aparição no Rio de Janeiro do projeto Stereo Bago Team. Os paulistas lançam seu álbum de estreia “Aí tem”, no qual a diversidade é o caminho: rock, dub, reggae, hip hop e até o maracatu estão no pacote. Já as letras trazem a poesia urbana, baseada na experiência de vida do compositor Yanick Melo.
“Aí tem”, que está disponível nas plataformas digitais desde 10 de fevereiro é o resultado de sete anos de carreira do Stereo Bago. Influenciado pela musica jamaicana, principalmente no seu grande nome: Bob Marley. Continuando no reggae e chegando no rock o The Police é outra influência. “Porém, sou brasileiro de mão cheia e apaixonado por nossas raízes e cultura, Chico Science e Nação Zumbi, Paralamas do Sucesso, Planet Hemp, O Rappa, Natiruts... E tenho um grande apego pelo hip hop brasileiro”, revela Yanick.

Em livro, atrizes globais fazem divertido manifesto contra a gordofobia

Há dois anos, as atrizes Fabiana Karla, Cacau Protássio, Mariana Xavier e Simone Gutierrez se indignaram ao ler em uma revista que as mulheres acima do peso só deveriam ir à praia se ficassem enterradas na areia, somente com a cabeça para fora. Como protesto, as quatro fizeram um ensaio fotográfico na areia praiana. Vestindo seus modelitos de verão, as garotas, conhecidas do grande público por comédias de sucesso como Zorra Total, Vai Que Cola e Minha mãe é uma peça, desfilaram charme, beleza e autoestima pelas areias de uma praia carioca e assim surgiu o movimento “Gordelícias”.  Reunidas novamente, as atrizes voltam a prestar um serviço de utilidade pública ao escreverem divertidos relatos no livro Gordelícias. Na obra, as amigas contam com o bom humor que lhes é característico suas aventuras a bordo de um shape que, muitas vezes, é rechaçado por uma sociedade preconceituosa e pelas indústrias da moda e da beleza. Esse divertido livro abriga as histórias de infância, da adolescência e da vida adulta dessas quatro espirituosas atrizes, além de ser uma coletânea de lições de vida e de superação. Editora Planeta -  192 páginas - Preço R$ 32,90

Café Pequeno em bom som

O Teatro Municipal Café Pequeno, no Leblon, apresenta nos meses de abril e maio, sempre às terças-feiras, 20h, o projeto “Café Pequeno em bom som”. O projeto pretende oferecer aos amantes da música popular brasileira, uma série de shows diversificados. Abrindo o projeto, a consagrada atriz Renata Celidonio, conhecida por sua trajetória no teatro musical brasileiro, faz sua estreia como cantora em show solo cantando “Fossa Nova”. Com direção de Cris Fraga, e direção musical de Priscilla Azevedo, espetáculo apresenta clássicos da “dor-de-cotovelo” com arranjos inusitados, além de cinco músicas inéditas do compositor/autor/diretor baiano Gil Vicente Tavares (entre elas, dois poemas: Castro Alves e Florbela Espanca – musicados por ele).